Projetos

Instituto Trabalho Vivo

Projeto Enraizar – consolidação de rede social de combate ao trabalho escravo no Maranhão (segunda etapa)

17-08-2008 fundo_proVerena Glasse e Natália Suzuki

O Instituto Trabalho Vivo foi criado em 2006 em São Luís, Maranhão, como uma extensão e ampliação das atividades do Fórum de Erradicação do Trabalho Escravo no Maranhão (FOREM). Tem como objetivo denunciar e exigir dos órgãos públicos o cumprimento dos direitos fundamentais nas relações de trabalho, combater o trabalho escravo, o trabalho infantil e as discriminações contra afro-descendentes, jovens, mulheres, trabalhadores rurais, trabalhadores domésticos, indígenas, pessoas com deficiência e demais vítimas de violações dos direitos humanos no mundo do trabalho.

Também desenvolve e apóia projetos no âmbito da economia solidária e do desenvolvimento sustentável, atuando com os movimentos sociais e organizações populares na articulação e no fortalecimento de empreendimentos coletivos e solidários, visando a qualificação técnica e social, o crédito solidário e a inserção digna das pessoas no mundo do trabalho.

Projeto

A segunda fase do projeto Enraizar se dedica à criação de uma central de informação, recebimento e encaminhamento de denúncias. Nessa central também se dá o monitoramento de ações para o combate de trabalho escravo no Maranhão.

Esse monitoramento acompanha as políticas públicas do Plano Estadual de Combate ao Trabalho Escravo e os processos de fiscalizações de fazendas e carvoarias em que forem encontradas situações análogas a de escravidão. Trinta agentes, capacitados na primeira fase do projeto, já estão aptos a trabalhar para o fortalecimento e o funcionamento da rede de entidades sociais em combate ao trabalho escravo.