Projetos

Coletivo de Mulheres Calafate (Bahia)

Coletivo de Mulheres do Calafate: 20 anos em defesa dos direitos humanos das mulheres do Calafate

29-06-2012

Objetivos e público alvo

Mobilizar mulheres moradoras da comunidade do Calafate, em Salvador (BA), para a luta pela garantia dos direitos humanos. O foco é o combate à discriminação por gênero, raça, etnia, orientação sexual e condição econômica.

Atividades principais

- Encontro com líderes e articuladoras responsáveis por aprofundar o debate sobre direitos humanos.

- Divulgação de informações pela comunidade, incentivando as moradoras a defender seus direitos.

- Realização do II Encontro do Coletivo de Mulheres do Calafate.

Contexto

A ausência de conhecimento aprofundado sobre direitos humanos tem como reflexo a naturalização da violência vivida pelos moradores e moradoras. As mulheres, principalmente, sentem-se amedrontadas diante da violência policial e não acreditam na possibilidade de terem seus direitos garantidos. Elas se consideram excluídas pela condição (mulheres, negras e pobres).

O resultado é a impunidade diante das violações. Nenhuma iniciativa governamental é realizada para promover o exercício da cidadania na comunidade. Além disso, a veiculação de uma imagem negativa faz com que a comunidade incorpore a exclusão, a marginalidade e a morte precoce dos jovens.

Sobre a organização

A organização comunitária feminista realiza atividades para o fortalecimento da autoestima, autonomia e empoderamento das mulheres da comunidade. O grupo tem a missão de acabar com a violência contra as mulheres, promover a saúde e os direitos humanos.

Palestras, oficinas, rodas de conversa e grupos focais de estudo estão entre as metodologias usadas. O grupo também desenvolve o projeto Turismo Comunitário, que tem o objetivo de desmistificar a imagem negativa da comunidade.

Parcerias

Entre as organizações com as quais o coletivo se relaciona estão a Rede Social do Calafate a Rede de Atenção às Mulheres em Situação de Violência; e a Articulação de Mulheres Brasileiras, através da Articulação de Mulheres da Bahia. O grupo tem parceria com o Gapa – Grupo de Apoio à Prevenção à Aids e com a Associação Estrela Brasil. Participa de projetos de pesquisa e extensão da UFBA – Universidade Federal da Bahia e da Uneb – Universidade Estadual da Bahia.

Linha de apoio

Edital anual 2012

Valor

R$ 25 mil

Duração

Doze meses

Temática

Direito das mulheres

Resultado

Encontros, rodas de conversa, oficinas e mobilização corpo a corpo foram as principais atividades do projeto. Uma das reflexões teve como base o filme “Quanto vale ou é por quilo”. Foram realizadas reuniões semanais com as articuladoras para monitoramento, avaliação e planejamento das ações e oficina de formação sobre o acesso aos direitos.