Projetos

Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente Glória de Ivone – Cedeca/TO

Observatório Estadual de Violência Contra a Criança e o Adolescente: Um conjunto articulado de ações

29-06-2009

O Cedeca-TO tem como missão defender os direitos humanos de crianças e adolescentes, especialmente quando violados pela ação ou omissão do poder público, da família e da sociedade. O foco é garantir e promover os direitos consagrados na Convenção Internacional dos Direitos da Criança, na Constituição Federal e no Estatuto da Criança e do Adolescente.

O centro iniciou suas atividades com o apoio financeiro do Fundo Brasil em 2007. Desde então, a organização oferece defesa jurídica e atendimento psicossocial para vítimas de violência e exploração sexual. Paralelamente, o Cedeca realiza pesquisa sobre gravidez na adolescência e exploração sexual na região norte do Tocantins, conhecida como Bico do Papagaio. Outra atividade foi a capacitação de 700 professores da rede de ensino pública estadual de 8 cidades tocantinenses, tornando-os aptos para identificar, abordar e denunciar casos de violência e a realizar, em rede, ações de prevenção, combate e atendimento. Oficinas de protagonismo juvenil e uma campanha áudio visual de combate à violência e abuso sexual contra a criança e o adolescente, em âmbito estadual, são também parte do trabalho da instituição.

Projeto

Com o Observatório Estadual de Violência Contra a Criança e o Adolescente: um conjunto articulado de ações para a promoção e defesa de direitos, a proposta do Cedeca é criar um espaço interinstitucional para o desenvolvimento de ações contra a violência, o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. A iniciativa busca construir o trabalho de promoção e defesa de direitos em seis dimensões: técnica, com criação de uma rede de monitoramento, alerta e ação; política, com o fortalecimento de atores sociais; educativa, por meio da produção de conhecimento e desenvolvimento de competências pessoais e organizacionais; comunicativa, produzindo e fazendo circular informações de qualidade; associativa, construindo relações de co-responsabilidade entre governo e sociedade; e assistencial, com a criação e fortalecimento de iniciativas para o atendimento dos casos de violação. O observatório pretende ser um pólo aglutinador e promotor de ações convergentes com essas dimensões.

Responsável pelo projeto: Simone Brito - simonepbrito@yahoo.com.br ou cedecato@yahoo.com.br