Projetos

Associação de Mulheres Amigas de Itinga – Ammiga

Fortalecimento estrutural, organizacional e sustentabilidade da Ammiga

05-07-2011

A Ammiga é uma organização que atua na perspectiva de prevenir e combater a violência contra a mulher; bem como preparar as mulheres para defenderem, junto ao poder público, em suas distintas esferas - federal, estadual e municipal -, eficácia na implementação das políticas que tratam da redução dos índices de desemprego entre as mulheres, especialmente as mulheres negras, e dos níveis de vulnerabilidade socioeconômica destas mulheres.


Desde a sua criação, em janeiro de 2005, no município de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, a Ammiga vem realizando diversas atividades e atuando em diversos espaços políticos. O grupo realiza cursos de formação política das mulheres e de inclusão digital; promove seminários sobre DST’s, autoestima, relações de gênero e raça; e desenvolve trabalhos artesanais.


O grupo articula-se com outras organizações não governamentais que tem sua intervenção pautada nas relações de gênero e no feminismo, como CFEMEA – Centro Feminista de Estudos e Assessoria e SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia. Também participa da articulação e do fortalecimento do Fórum de Mulheres de Lauro de Freitas, do Fórum Baiano de Economia Solidária e da Rede de Prevenção e Combate à Violência contra Mulheres; além de integrar o comitê político da Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB).


O grupo teve o projeto “Formando e articulando as mulheres de Lauro de Freitas na luta por recursos públicos” apoiado pelo Fundo Brasil por meio do Edital 2008.


Projeto


A iniciativa proposta no Edital 2011 - Fortalecimento estrutural, organizacional e sustentabilidade da Ammiga - tem como principal objetivo contribuir com a reestruturação das atividades do grupo e com a construção da sua sustentabilidade. A proposta é garantir o fortalecimento das ações de competência da organização, especialmente no processo de formação das integrantes e na articulação de outras parcerias do município.


Desde 2009, a Ammiga tem enfrentado problemas que têm dificultado a manutenção e realização da agenda política proposta, reduzindo suas ações. A situação impôs que o grupo identificasse meios que pudessem garantir a sustentabilidade da organização, para viabilizar assim a continuidade das suas ações. A reorganização estrutural, a ser garantida com recursos desse projeto, é parte desse processo. O espaço físico da Ammiga deve servir como referência local, que acolhe, orienta e promove as articulações necessárias em consonância com seus objetivos e missão.