Notícias

Lançamento de coletivo faz parte de evento pela visibilidade lésbica na Maré

Realização é do Grupo Conexão G, apoiado pelo Fundo Brasil por meio de projeto desenvolvido em favelas

24 agosto 2017

- por Cristina Camargo -

“Veeeemmm. Apenas veeemmm!!!”

Com esse chamado, o Grupo Conexão G convida para a comemoração ao Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, no Complexo da Maré. Várias atividades serão realizadas nos dias 28 e 29 de agosto, no Centro de Artes da Maré.

Uma delas, no dia 29, será o lançamento oficial do Coletivo Resistência Lesbi de Favelas, um coletivo voltado à luta por direitos de mulheres lésbicas e bissexuais e que realiza as comemorações junto com o Conexão G.

A programação começa às 14h do dia 28, com a apresentação Maré Sobre Saltos. No mesmo dia, às 16h, será realizada a oficina Confeitando Afetos. No dia 29, às 14h, haverá uma oficina temática com Caju Bezerra. E às 16h ocorrerá uma roda de conversa sobre mulheres lésbicas e bissexuais nas favelas – estratégias e cuidados. O lançamento do Coletivo Resistência Lesbi está marcado para as 18h. O encerramento do evento terá música e outras apresentações artísticas.

A data em que é comemorado o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica está relacionada ao dia em que foi realizado o 1º Seminário Nacional de Lésbicas, em 1996.

Ao longo de sua história, o Fundo Brasil já apoiou mais de 20 organizações que atuam na defesa dos direitos das lésbicas. Algumas delas, a exemplo do Grupo Conexão G, realizam este mês atividades para ressaltar a importância dessa luta.

Organização da sociedade civil, o Conexão G foi fundado em 2006 e tem como objetivo principal o enfrentamento aos preconceitos sofridos pela população LGBT nos territórios de favelas. A organização teve como origem um grupo de jovens que realizava ações de reflexões sobre as questões LGBT nas favelas.

O grupo foi apoiado pelo Fundo Brasil por meio do projeto Jovens LGBT na luta pelo direito de existir, que proporcionou acolhimento, atendimento, orientação, encaminhamento e acompanhamento de pessoas vítimas ou não de preconceito e discriminação por orientação sexual e identidade de gênero nas áreas social, psicológica e jurídica.

Mobilização

O Fundo Brasil acaba de lançar uma nova fase da campanha #NãoTáTranquiloNãoTáFavorável com foco na defesa do direito à livre orientação sexual e à identidade de gênero no Brasil.

É uma mobilização que tem o objetivo de chamar atenção para as violações de direitos sofridas por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais e conquistar o apoio a essa e a todas as demais causas relacionadas aos direitos humanos.

É feita por meio de artes especiais, estilo lambe-lambe, com frases de apoio à causa. “Eu respeito a diversidade”; “O amor não tem rótulos”; e “Somos muitos, não somos minoria” são algumas das frases. Elas podem ser baixadas e usadas como pôsteres ou aplicadas em camisetas. Também há imagens que podem ser usadas como foto de capa de perfil no Facebook. Confira aqui!

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais