Notícias

Encontro aborda gestão de projetos e prestação de contas

Primeiro dia do encontro de representantes dos projetos apoiados via edital específico abre espaço também para apresentação dos grupos participantes

08 março 2013

- por Fundo Brasil de Direitos Humanos -

Professor da Faap – Fundação Armando Álvares Penteado, Wanderley Carneiro ofereceu a oficina “Elaboração de projetos e Prestação de contas”, junto com Maíra Junqueira e Gislene Aniceto da equipe do Fundo Brasil. A atividade foi realizada no primeiro dia do encontro de projetos do edital específico sobre  “Direitos humanos e desenvolvimento urbano”.

Carneiro abordou o que é necessário pensar desde a elaboração do projeto até sua execução. Ele orientou que deve-se ter claro desde o início o que é escopo do projeto, o que se espera dele e que áreas da organização estão conectadas para executá-lo. É importante também identificar antecipadamente os riscos para tentar minimizá-los.

O professor coloca como etapa fundamental o planejamento e elaboração do plano de ações, um documento que deve ser seguido e monitorado até o final da execução de um determinado projeto. Também é preciso definir um cronograma semanal para facilitar o controle e estabelecer uma matriz de responsabilidades que permita delegar diferentes tarefas aos integrantes da equipe executora.

 

Prestação de contas

A coordenadora de Projetos do Fundo Brasil, Maíra Junqueira, explicou aos participantes de que forma a fundação espera a prestação de contas dos projetos apoiados. Ela aponta os relatórios de atividades e financeiro devem ser um produto que traga o que foi realizado, as dificuldades e soluções encontradas. Além disso, interessa ao Fundo Brasil saber a quantidade de beneficiários para entender o contexto em que o projeto está sendo desenvolvido.

Analista Administrativa Financeira da fundação, Gislene Aniceto acrescenta que o relatório financeiro dos projetos parte do orçamento original de cada um. Ela alerta ser preciso guardar todas as notas fiscais e documentos por cinco anos e numerar todos os documentos para controle. Por fim, Gislene destaca ser possível realocar recursos nas rubricas previstas, mas é necessário fazer uma solicitação formal para a área de Projetos do Fundo Brasil.

 

Apresentação dos grupos

Antes da oficina de “Elaboração de projetos e Prestação de contas”, aparte da manhã foi reservada às apresentações dos projetos apoiados pelo Fundo Brasil no âmbito do edital específico. A coordenadora da fundação, Ana Valeria Araújo, deu as boas-vindas aos grupos e explicou a escolha do tema “Comunicação e Direitos humanos” como uma demanda de encontros anteriores realizados com representantes de projetos apoiados nos editais anuais.

Jornalista da Conectas – Direitos Humanos, João Paulo Chafleaux fez a facilitação da apresentação dos grupos e introduziu o tema geral do evento. Ele concorda que a pauta da mídia tradicional nem sempre coincide com o que os ativistas de direitos humanos querem que seja discutido pela sociedade. Para o jornalista, é preciso encontrar espaço inserir o que se quer abordar. Trata-se de uma disputa política e de poder econômico. É preciso que as organizações pensem no trabalho que fazem e o que é importante para a mídia. Chafleaux orienta também que os grupos utilizem-se dos meios próprios de comunicação. Nesse sentido, ele vê a internet como importante canal para mobilização.

 

Para ver fotos do evento, CLIQUE AQUI.

 

Para conhecer os projetos apoiados, clique no nome das organizações proponentes listadas abaixo:

Articulação das Comunidades Ameaçadas de remoções (Ceará)

Associação da Comunidade dos Remanescentes de Quilombo da Ilha da Marambaia – ARQIMAR (Rio de Janeiro)

Associação Cultural Quilombo do Sacopã (Rio de Janeiro)

Comitê Popular da Copa de Porto Alegre (Rio Grande do Sul)

Comitê Popular da Copa de São Paulo (São Paulo)

Comitê Popular da Copa e Olimpíadas do Rio Janeiro (Rio de Janeiro)

Comitê Popular dos Atingidos pela Copa de Belo Horizonte – COPAC-BH (Minas Gerais)

Fórum Mato-Grossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento – Formad (Mato Grosso)

Instituto Ambiens de Pesquisa, Educação e Planejamento (Paraná)

Movimento dos Trabalhadores sem Teto – Coletivo Estadual do Ceará (Ceará)

Odara – Instituto da Mulher Negra (Bahia)

Sociedade das Bicicletas (Distrito Federal)

União e Inclusão em Redes e Rádio – UNIRR (São Paulo)

 

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais